quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Resenha: Sagrado, de Dennis Lehane

"A dor é carnívora….."

 Sagrado é o terceiro livro do casal de detetives Kenzie e Gennaro. Dessa vez não tem nenhum serial killer, politico pedofilo ou uma guerra entre gangues rivais. O principal inimigo dessa vez é algo que vai surpreender o leitor na metade da leitura,  e vindo de Lehane isso não é nenhuma novidade. Achei que Sagrado foi o livro com o maior número de surpresas e reviravoltas.

Uma curiosidade é que a série é composta por 6 livros, mas o primeiro livro que comecei a ler foi justamente Sagrado, mas não tive nenhum problema. Não é necessário ler os outros dois para se situar, teve alguns spoilers que passaram despercebidos por mim. Por exemplo,  em "Sagrado" Kenzie  comenta do sobre o final dramático de Darkness, Take My Hand ( Apelo as Trevas) revelando quem era o serial killer. Mas faz tanto tempo que li, que eu nem lembrava disso, foi só após a releitura que fui percebendo os poucos spoilers que o livro tinha.